21/01/2018

Escrever sobre uma estação do ano - o Inverno


Na 2.ª ficha de avaliação de Português Língua Não Materna, perante a proposta para a produção escrita:


“E para ti, o que traz o Inverno de bom e o que traz de menos bom?

O que gostas mais de fazer durante esta estação do ano?

E porquê?”




assim escreveram os alunos do 7ºD:


O que faço no Inverno? 

Durante o Inverno, gosto de ficar em casa, debaixo do cobertor, beber chá quente e ver um bom filme. Como está frio, dormir é o que se faz melhor e um bom filme põe-me a dormir facilmente!
Se não estiver a chover, eu gosto de pegar na minha BMX e de ir até um parque de skate, fazer truques e ficar lá a saltar as rampas. Fazer isso é muito fixe!
Há também outra coisa que gosto muito de fazer no Inverno: patinagem! Já faço patinagem desde os meus seis anos, por isso sei patinar bem e é muito divertido. Mas há “um pequeno senão”: as crianças pequenas que ficam a meter-se no meu caminho e isso irrita-me! Existem dois palcos de patinagem: um mais pequeno para as crianças e outro maior para quem já sabe patinar bem, mas elas gostam é deste!
Assim vou passando o Inverno.
Bogdan

Coisas boas e coisas más do Inverno 

O que eu gosto de fazer no Inverno é dormir, cobrir-me com o cobertor e não ter calor. Podemos comer coisas quentes, usar casacos grandes, botas e não sair de casa quando está a chover.
O que menos gosto no Inverno é ter de me levantar cedo, não poder comer gelado nem ir à praia, não poder ficar em calções nem poder usar camisas. Não gosto de não poder fazer aulas de Educação Física enquanto está a chover, de não poder ir a qualquer lugar por causa da chuva e não gosto de escrever nas aulas, logo de manhã.
Nesta estação do ano, gosto de comer e beber coisas quentes, porque é bom fazê-lo quando está frio e gosto de jogar playstation para aliviar o stress.
E assim o Inverno vai passando.
Issa

O Inverno 

Gosto do Inverno, gosto de receber presentes no Natal, não há nada tão bom!
Na Roménia, no Inverno, costumávamos andar de ski na neve e fazer bonecos de neve. Os meus amigos e eu fazíamos alguns desafios uns aos outros. O que mais gostava de fazer lá, nesta altura, era atirar-me para cima da neve, ficar coberta dela e dizer que era um boneco de neve!
Às vezes, fazíamos corridas de bicicletas e, frequentemente, caíamos no chão por causa do gelo. Quando havia mesmo muita neve, a escola fechava e nós ficávamos todos contentes, porque podíamos divertir-nos ainda mais.
Aqui, em Portugal, como vivo numa zona sem neve, nem sempre é assim tão divertido. Prefiro o Inverno da Roménia, com toda a sua neve e todas as minhas coisas para a diversão. Gostava de estar lá de novo para me divertir com os meus amigos, tenho saudades de andar de bicicleta na neve e de fazer bonecos de neve...
Espero que este ano o Natal esteja cheio de surpresas e que seja mais divertido.
Maria Popa


Pensar sobre o Inverno... 

Não tenho gostado muito dos dias de Inverno, mas tenho sabido proteger-me dele.
Por que não gosto do Inverno? Há várias razões: 1.º o frio impede-me de fazer atividades especiais; 2.º quando quero ir a algum lado, o frio dá aquela impressão de mau tempo e tira-me a vontade de ir ao local combinado; 3.º às vezes, tenho que ir ao supermercado e não consigo, porque o frio impede-me de sair à rua; 4.º o Inverno, às vezes, engana-nos, pois tão depressa está sol como logo a seguir está a chover; 5.º a chuva, quando vem, molha-nos sempre, não importa o local onde nos encontramos! A chuva até me animava muito, quando tinha sete anos, pois gostava de brincar à chuva, nas poças, escorregar-me na água, era uma animação! Mas agora já sou mais velho e não tenho idade para tal.
Enfim, não gosto lá muito do inverno.

Stelvien


30/08/2015

A MENINA DO MAR, de Sophia de Mello Breyner Andresen – as nossas fichas de leitura


Edição brasileira.
A Menina do Mar, livro publicado em 1958, é uma das histórias para crianças mais conhecidas de Sophia de Mello Breyner Andresen.
Ao decorrer dos anos, teve várias reedições, encantando os seus leitores com diferentes e maravilhosas ilustrações de artistas como Sarah Affonso, Fernando de Azevedo, Armando Alves, Luís Noronha da Costa e, recentemente, Fernanda Fragateiro.



1ª ed., Lisboa : Edições Ática, 1958. – ilustração de Sarah Affonso.





2ª ed., Lisboa: Editorial Aster, 1961. – ilustração de Fernando de Azevedo.








3ª ed., Porto: Figueirinhas, 1972. – ilustração de Armando Alves.


7ª ed., Porto : Figueirinhas, 1976. – ilustração de Luís Noronha da Costa (41.ª ed., 2002).




1ª ed. na Porto Editora, Porto, 2012. – ilustrações de Fernanda Fragateiro.







No Brasil, editora Cosac Naify. - ilustração de Veridiana Scarpelli.

















Fichas de leitura dos alunos

Aqui divulgamos os trabalhos dos alunos de PLNM da Prof.ª Guida. Resultam da resolução da ficha de leitura, após a leitura deste livro de Sophia.
Mamadjam Júnior Jalo, n.º 19 8.ºD


Diarmino Mendes, 8.º D

Aliu Balde, n.º 2 8.ºD

Rejunaldo Rodrigues N`Deque, n.º 24, 9.º D


02/05/2015


BookBox inovou o conceito de “AniBooks” ou "animated books" (livros animados) com o objetivo de apoiar a literacia e as competências linguísticas, em todo o mundo. 

Os AniBooks são histórias animadas, em que a narração aparece no ecrã em simultâneo com as legendas na mesma língua. Em cada AniBook, cada palavra é sublinhada em sincronia perfeita com o audio, facilitando a leitura.



Em língua portuguesa, até esta data, já estão disponíveis treze histórias (algumas em .pdf que se podem importar para o nosso computador).


Boas leituras - filmes!

17/02/2015

A MINHA SINTRA, O MEU CONCELHO - Um sítio da Internet a pensar em ti!


Lema: «A minha Sintra, o meu concelho!»

Pretende desenvolver atitudes de cidadania perante a comunidade social e escolar, incentivando a ler, a conhecer as atividades municipais e o concelho.

Um sítio na web para alunos do 1.º e 2.º Ciclos do Ensino Básico do Conselho de Sintra.

Uma página feita a pensar em ti e na tua família. Também a podes partilhar com os teus professores e colegas de escola.

Podes intervir no projeto com notícias, desenhos, colagens, etc., da tua autoria.

No sítio podes encontrar, para além de muitas outras coisas:

a SINTRACLOPÉDIA – uma enciclopédia sobre Sintra

o MUSEU DAS CORES  – um espaço com trabalhos plásticos, visuais e escritos, dos alunos. Um projeto ligado ao Sintra Museu Virtual de Arte, um museu online com o património artístico municipal.

Notícias sobre ambiente, cultura, desporto e outras
e muito mais.

DESCOBRE!


Uma iniciativa da Câmara Municipal de Sintra



15/01/2015

OS ANIMAIS NOSSOS AMIGOS


Estes textos foram escritos depois dos alunos da Prof.ª Guida
lerem um excerto das obras:

 «Cão como nós», de Manuel Alegre e «Kazukuta», in Os da minha rua, de Ondjaki


Aliu Mavado Baldé, nº 2, 8.º D


Herivelth N. S. Cabambe, N.º 13, 8.º D


 Luísa Gabriela, N.º 18, 8.º D


Mamadjam, n.º 19, 8.º D

Ramatulai Balde N.º 23 9.º D

Rejunaldo Rodrigues 9º D Nº 24

Sara Moreno, n.º26 8.ºD

12/09/2013

O PORTUGAL FUTURO - poema de Ruy Belo




Um poema
de Ruy Belo,
o patrono da escola,
 publicado no livro
 Homem de palavra (s),
 em 1970.








O portugal futuro é um país
aonde o puro pássaro é possível
e sobre o leito negro do asfalto da estrada
as profundas crianças desenharão a giz
esse peixe da infância que vem na enxurrada
e me parece que se chama sável
Mas desenhem elas o que desenharem
é essa a forma do meu país
e chamem elas o que lhe chamarem
portugal será e lá serei feliz

Poderá ser pequeno como este
ter a oeste o mar e a espanha a leste
tudo nele será novo desde os ramos à raiz

À sombra dos plátanos as crianças dançarão
e na avenida que houver à beira-mar
pode o tempo mudar será verão

Gostaria de ouvir as horas do relógio da matriz
mas isso era o passado e podia ser duro
edificar sobre ele
o portugal futuro 


Ruy Belo



Também podes ouvir o poema aqui:



04/12/2012

O natal na minha terra

Wilson, n.º 26, 9.º D

O NATAL na minha terra - CABO VERDE

Paulo, n.º 20, 9.º D

O Natal na minha terra, a Guiné-Bissau

Nautaran, n.º 19, 9.º D

O Natal na Guiné-Bissau

Maria, n.º 19, 9.º E

O Natal na minha terra

Ludmila, n.º 14, 9.ª D

Eid-Al-Fitr, uma cerimónia no Paquistão

Jamil, n.º 22, 9.º E

O Natal na minha terra - Moldávia

Cristina, n.º 24, 9.º E

O Natal na minha terra


O Natal na minha terra


Aldair, n.º 1, 9.º E

O Natal em Cabo Verde


Gelson, n.º 13, 9.º E

03/12/2012

MENSAGENS DE NATAL - 6.º G


Desejo a todos muitos anos de vida 
para que as nossas mães possam cuidar de nós 
com muito carinho e amor!
Às pessoas carenciadas, muita saúde e paz!
                  Djenabú , 6.º G



Feliz Natal a todos! 
Espero que tenham um excelente Natal 
com tudo de bom e com 
paz, amor e felicidade para todos!
              Mary, 6.º G


Desejo um Bom Natal a todos, 
com muito amor, carinho e paz!
Ana Safiatu, 6.º G


Espero que neste Natal 
eu possa fazer as pazes 
com as pessoas com quem estou chateada 
para vivermos com paz e amor!
Silvana Soares, 6.º G


Espero que este Natal seja bom 
para todas as famílias 
e que as crianças possam receber presentes!
Ibraima Baldé, 6.º G


Desejo um Bom Natal a todos os alunos e professores!
Comam muitos doces e aproveitem as férias!
Bom Ano Novo!
Mary Correia, 6.º G


O NATAL DAS BRUXAS - pelos alunos do 6.º G / L


Trabalho elaborado no Natal de 2012